segunda-feira, janeiro 31, 2005

Nasceu mais um blogue!

Aqui estou rendida às frases virtuais!
A minha primeira palavra vai para Sophia de Mello Breyner Andresen que me abriu as portas para o mundo da beleza e da estética delicadas em que o supérfluo se rende ao essencial.

1 comentário:

strangelove disse...

Once upon a midnight dreary, while I pondered, weak and weary,
Over many a quaint and curious volume of forgotten lore-
While I nodded, nearly napping, suddenly there came a tapping,
As of some one gently rapping, rapping at my chamber door.
"'Tis some visitor,' I muttered, "tapping at my chamber door-
Only this and nothing more."

Não é Sophia, mas introduz-nos de igual forma para um "mundo de beleza", a beleza da palavra escrita, independentemente da origem do seu registo. Congratulations dear Tortoise...