segunda-feira, março 13, 2006

Frida Kahlo no CCB

Recomendo, apesar de considerar exagerada a ideia de que se trata da "grande exposição do ano". Se calhar, até é! Por vezes esqueço-me de que estou em Portugal. É certo que os trajes tradicionais de tehuana e o altar de mortos complementam o conhecimento da reduzida mas complexa obra da maior pintora do século XX. Mas a sensação final é de que as expectativas eram demasiadamente elevadas.

6 comentários:

a star was born disse...

"Por vezes esqueço-me de que estou em Portugal".Correcção: esqueço-me que estou em Lisboa, pois os gajos do Porto têm todos os anos grandes nomes da Arte: Andy Warhol, Francis Bacon, Nan Goldin, etc.
Rui Braga

Stressless disse...

Vou tentar ver na 6º feira...
Depois digo!
Bj

Santa disse...

Que inveja, estar tão longe!!

.joana. disse...

"A maior pintora do século XX" ???!!Falta aí o pormenor "na minha opinião"... (digo eu, claro!) ;) Não é a grande exposição do ano, mas é a maior exposição de sempre de Frida Kahlo em Portugal. De resto, e do meu ponto de vista, é uma exposição pequena e mal feita. Podia expor os meus argumentos, mas este espaço de comentário não é o mais adequado.

Seja como for, cheguei a este blogue através do comentário no meu (borras) e vinha cá precisamente para agradecer a visita e dizer que espero voltar a encontrar a "Manhã Clara" por estas bandas :)

tartaruga disse...

Entenderá que, tudo o que aqui escrevinho, se trata da minha opinião despudorada. Quando não, as fontes são sempre devidamente referenciadas.

frosado disse...

Embora ela me fascine, também não acho que ela seja a maior pintora do séc. xx, mas que é uma grande Mulher, ai, isso não tenho dúvidas.